Visualizações de páginas/visitas.

sexta-feira, 29 de junho de 2012

APO-Administração por Objetivos.


 Administração Por Objetivos (APO) ou Management by objectives (MBO)O termo Administração por Objetivos foi introduzido popularmente por Peter Drucker em 1954 em seu livro The Practice of Management.É uma ferramenta administrativa por intermédio da qual os gerentes superiores e subordinados de uma empresa definem em conjunto suas metas comuns,especificam as áreas de responssabilidade de cada posição em relação aos resultados esperados de cada um e utilizam essas medidas como guias para a melhor operação e verificação da contribição de cada um de seus membros. O fundamental é definir objetivos e traçar os meios para alcançá-los da melhor forma possível,aproveitando o espírito empreendedor das pessaoas.
Com a Administração Por Objetivos (APO),a ênfase,antes colocada nas "atividades-meio",foi deslocadas para os objetivos ou finalidades da empresa. Em outras palavras,o enfoque baseado nos métodos e processos e sobretudo na eficiência passou a ser substituído por um enfoque baseado nos resultados e objetivos a serem alcançados. A eficácia tornou-se mais importante.
Existem vários sistemasde APO. Os elementos comuns encontrados nesses vários sistemas são os seguintes:
  1. Estabelecimento conjunto de objetivos entre o executivo e seu superior;
  2. Estabelecimento de objetivos para cada departamento ou unidade;
  3. Inerligação entre os vários objetivos para alcançar efeitos sinergéticos;
  4. Revisão periódica do desempenho para correção de possíveis desvios e reciclagem para adequar os meios e assegurar o alcance dos resultados;
  5. Ênfase na mensuração (quantificação de resultados) e no controle dos resultados.
Após o estabelecimento dos objetivos de cada departamento e das inter-relações entre eles,são elaborados os planos adicionais (planos táticos e planos operacionais) nos níveis mais baixos da organização sobre os meios e tarefas para o alcance dos objetivos em questão. Os planos táticos e operacionais constituem a base para a medida e a avaliação da eficáca dos exercutivos e de seus departamentos.
Dessa avaliação,decorrem duas alternativas:
  1. Ações corretivas no sentido de rever ou modificar os meios utilizados para alcaçar os objetivos;
  2. Reanálise dos próprios objetivos que podem ser modificados,aumentados,reduzidos ou alterados.
Exemplo:

Pré-APO:                                                                                               Pós-APO:
Administração do dia-dia;                                                                       Focalização no futuro;
Visualização para produtos;                                                                    Orientação para pessoas.

APO é uma técnica que exige gerentes amigáveis e prestativos,de um lado,e subordinados honestos e maduros de outro para assegurar um clima de elevada confiança mútua. Além diss,a APO produz melhores resultados em empresas que atuam em ambientes mutáveis e dinâmicos. Condições rapidamnete mutáveis e papéis que envolvam comflitos e ambiguidade constituem os meios favoráveis para a aplicação da APO.
Em resumo,a APO impõe uma cultra participativa e aberta a empesa que assumem a mudança como maneira básica de operar.

Fonte: Administração Teoria,Processo e Prática,Idalberto Chiavenato.

Por Lumara Diniz.

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More